Novas regras para ampliar o acesso à casa própria
Data: 19/11/12 - 10:17:45
Tópico:



A partir de novembro entram em vigor as mudanças anunciadas pelo governo federal para que mais gente tenha acesso ao Programa Minha Casa Minha Vida. A expectativa é aquecer o mercado com taxas de juros mais baixos, valores e outras opções de financiamento dos imóveis mais atraentes. Confira.


Valor do imóvel
• O limite do valor dos imóveis financiados pode chegar até R$ 190 mil, dependendo do porte do município.
• Em Brasília, Rio e São Paulo, o teto do valor do imóvel subiu de R$ 170 mil para R$ 190 mil.
• Cidades com mais de um milhão de habitantes, o teto do valor do imóvel subiu de R$ 150 mil para R$ 170 mil.
• Municípios com mais de 250 mil habitantes e no entorno do Distrito Federal, o teto do valor do imóvel passou de R$ 130 mil para R$ 145 mil.
• Cidades com mais de 50 mil habitantes, o teto do valor do imóvel passou de R$ 100 mil para 115 mil.
• Nas demais cidades, o teto do valor do imóvel passou de R$ 80 mil para R$ 90 mil.


Salário família para compra
• Para a área urbana, o Programa Minha Casa Minha Vida é direcionado para três faixas de renda mensal – até R$ 1.600 (faixa 1), até R$ 3.100 (2) e até R$ 5 mil (3). Agora houve alteração no salário família de algumas faixas.
• A faixa 2 de até R$ 3,1 mil reais passou para R$ 3.275 mil.
• A faixa 1 ficou mantida em até R$ 1,6 mil.
• A faixa 3 manteve o teto de até R$ 5 mil, considerando o novo piso de R$ 3.275 mil, e não o de R$ 3,1 mil.


Taxa de juros
• Houve ainda uma redução na taxa de juros para quem pertence à faixa 3, renda mensal de até R$ 5 mil.
• Redução da taxa de juros de 6% para 5% ao ano, para financiamentos de pessoas físicas com renda familiar mensal bruta de R$ 2.325,01 a R$ 2.455.
• Redução da taxa de juros de 8,16% para 6% ao ano, para financiamentos de pessoas físicas com renda familiar mensal bruta de R$ 3.100,01 a R$ 3.275.
• Redução da taxa de juros de 8,16% para 7,16% dos financiamentos de pessoas físicas com renda familiar mensal bruta de R$ 3.275,01 a R$ 5 mil.


Subsídio
• O limite de fundo perdido para o programa Minha Casa Minha Vida voltado às pessoas da faixa 1, com salário familiar de até R$1,6 mil ao mês, passou de R$ 23 mil para R$ 25 mil. (Valor que não precisará ser devolvido ao governo.)
• O teto de subsídio para o juro menor de financiamento, com intenção de reduzir o custo da operação aos tomadores, subiu de R$ 13 mil para R$ 16 mil.







Este está hospedado em A PAPS Imobiliária LTDA
http://www.apaps.com.br

O Link direto para este artigo é:
http://www.apaps.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=497